31

– Tenho contado todas as palavras…
– Como assim?
– As palavras que dizes…
– Porquê?
– Uma por uma, é muito bom.
– Mesmo quando falo depressa?
– sim…
– Ah é? E quantas são?
– Trinta e uma!