Cândido, ou o Otimismo

Cândido, ou o otimismo é um livro notável.

Muito divertido, maldito no seu tempo — escrito em segredo, no séc. XVIII, pelo filósofo iluminista Voltaire ­— e que se chama “Cândido, ou o Otimismo”. Nele contam-se as aventuras de um homem e do seu mestre, otimistas por natureza, como outros personagens ao longo da história. Vale muito a pena ler.

” Todos os acontecimentos — dizia às vezes Pangloss a Cândido — estão devidamente encadeados no melhor dos mundos possíveis; pois, afinal, se não tivesses sido expulso de um lindo castelo, a pontapés no traseiro, por amor da senhorita Cunegundes, se a Inquisição não te houvesse apanhado, se não tivesses percorrido a América a pé, se não tivesses mergulhado a espada no barão, se não tivesses perdido todos os teus carneiros da boa terra do Eldorado, não estarias aqui agora comendo doce de cidra e pistache. — Tudo isso está muito bem dito — respondeu Cândido, — mas devemos cultivar nosso jardim.”

Faça download do livro “Candido, ou o otimismo” AQUI

Leia o artigo no Jornal de Notícias

Candide1759