Categoria: Crónicas

Read More

A Madonna não é a Maria Eduarda

Era bom que a fama se medisse em lugares de estacionamento. Madonna 15. Ronaldo 35. Obama 113. Papa Francisco 243. Era mesmo de bom tom que todas as cidades elaborassem posturas especiais para quem navega […]

Ronaldo. Pena e glória

Se fosse uma campanha publicitária não chegava um orçamento de Estado para a pagar. Por causa de fé e talento, ontem, em qualquer lugar do mundo, foi impossível sair à rua e não ver Portugal. […]

Read More

O futuro da televisão

Já ninguém se senta a horas certas a ver televisão. Tirando as transmissões em direto de eventos, sobretudo os desportivos, ver TV no sofá, em família ou com amigos, é uma prática em vias de […]

Read More

Não sejam queixinhas

Os media são muito queixinhas. São os primeiros a relatar as transformações que acontecem na sociedade, mas, quando a mudança lhes bate à porta é sempre uma chatice. Parecem uma empresa startup, mas ao contrário. […]

Read More

O D. João VI de António Alves

Um retrato perdido de D. João VI que salvou a vida ao seu autor, António Alves, foi agora encontrado. É irmão gémeo de outro, pintado por Domenico Pellegrini, que está na antiga embaixada de Portugal […]

Read More

Era só o que faltava!

Em plena Segunda Guerra Mundial, num bunker em Londres, onde reunia o conselho de ministros do governo de sua majestade, estando a capital inglesa sob intensos bombardeamentos da Força Aérea alemã, um ministro propõe que, […]

Read More

O louco da colina

Ter dívidas é uma coisa séria, mas nem sempre é uma coisa má. No caso presente sem haver esta dívida ficávamos a perder. Como na vida, o bom é o mau são a mesma coisa […]

Read More
Neto de Moura

Manifesto anti Moura

Bem podemos querer ser modernos e cheios de estrelas pop a viver em Lisboa. Bem podemos albergar “Web Summits” à beira Tejo e a trazer os melhores engenheiros do mundo para viver no Beato. Bem […]

Read More
Pedro Proença abstenção

Vai apitar, tu apitas bem.

Em Portugal nunca são o PS ou PSD a ganhar as eleições: é sempre a abstenção. Esse é o maior flagelo da nossa democracia. Mas este ano, a Comissão Nacional de Eleições que gasta muito […]

Read More

Aeroporto em Coimbra. Claro que sim!

É muito surpreendente a polémica à volta do projeto da Câmara Municipal de Coimbra de transformar o aeródromo de Cernache num Aeroporto em Coimbra. Um aeroporto comercial civil, aberto a voos internacionais. As pessoas esquecem […]

Read More

A força da língua

Foi primeiro Camões e depois Pessoa. “A minha pátria é a língua portuguesa”. Depois Vinicius e Caetano. “Gosto do Pessoa na pessoa, da rosa no Rosa”. E o Mia e o Agualusa. Como eles, (eu) sei que […]

Read More

POR UM BILHETE DE AVIÃO

Uns bilhetes de avião, imagino que em económica, uns hotéis de 4 estrelas, que nem deviam ter SPA e bons restaurantes, mas sem estrelas Michelin foram fatais: o prato de lentilhas indigesto que atirou borda […]

Read More

O fim do Estado de Graça

Até agora o sucesso deste governo assentou em três pilares fundamentais. A habilidade política do primeiro ministro, uma boa estratégia de comunicação e sorte. A economia portuguesa mostra indicadores favoráveis, a “Geringonça” garante paz social, […]

Read More

A torreira do sol

Vou atirar-me à torreira do sol a pensar que não há aquecimento global. Assim sabem melhor os 40 graus que estão hoje. Podia até pensar que a caloraça é só do verão que se anuncia, […]

Read More

Esperança numa alma em cinzas

Terror. Não consigo olhar mais para a televisão. Primeiro ligou-me a Mariana que vive em Londres a perguntar-me o que tinha acontecido. Se eu estava bem. A Mariana marca-se sempre como segura nas redes sociais […]

Read More

Ronaldo foge ao Fisco?

Sei que o Ronaldo não sabe como são geridos os seus milhões, mas também sei também que tem um ego gigante, daqueles apenas equiparados aos dos semi-deuses antes da fúria do Olimpo. Sei que é […]

Read More

O Manuel Alegre e o Pereira triste

Esta semana Manuel Alegre ganhou o prémio Camões. Parabéns! Aos oitenta e um anos o político militante, escritor de rasgo, poeta de génio, estava finalmente no seu posto. Onde a história o há de guardar. […]