Categoria: Poesia

Read More

As nossas elites

Sem elites Portugal naufraga falência da burguesia dormência da alma vilania da nobreza. Só sobra o povo que nunca pode fugir. e  sabe sempre  morrer foto com o título da tese de doutoramento de Manuel Alfredo de Morais Martins

Read More

Run

Esfalfo  o chão  Asfalto  a luz Corro Esmurro o gosto Travo  o tempo Corro Não desisto  Insisto Grito  Só (Corro)

Read More

Na Ode para o Futuro

Falareis de nós como de um sonho.
Crepúsculo dourado. Frases calmas.
Gestos vagarosos. Música suave.
Como quem inventa o fim de tarde num citadino jardim inesperado e se encontra desejando o mar
Pensamento arguto. Subtis sorrisos.
Paisagens deslizando na distância.
Éramos livres. Falávamos, sabíamos,
e amávamos serena e docemente.
Nos breves segundos de um ascensor metálico, blindado aos olhares indiscretos dos transeuntes
Uma angústia delida, melancólica,
sobre ela sonhareis.
Logo à noite a tua ausência vai tolher de frio os recantos do meu pensamento
E as tempestades, as desordens, gritos,

Prince (1958-2016)

Tracy died soon after a long fought civil war, Just after I’d wiped away his last tear I guess he’s better off than he was before, A whole lot better off than the fools he […]

Read More
EVOE-espuma-dos-dias

O dia de amanhã

EVOHÉ “Alguém diz com lentidão, Lisboa sabes? eu sei…” Caminhas com a graça de princesas tão belas como a beleza, Evohé, descendo as ruas da cidade,  do lado ímpar da estrada, ao encontro do amor “É uma rapariga […]

Read More

Despertar

É um pássaro, é uma rosa, é o mar que me acorda? Pássaro ou rosa ou mar, tudo é ardor, tudo é amor. Acordar é ser rosa na rosa, canto na ave, água no mar. […]

Read More

Scherzo

O parque é uma pausa chique. O jardim solfejo dandy. Notas com pêlo pululam Dos colos dos donos para a pauta da luz Larghetto, o senhor Moniz, passeia sostenuto o semi fuso neto “Martim, o menino non tropo!” Ele, presto […]

Read More

Silêncio

Dói-me o ar parado e esta angustia o tempo invertido a pirâmide que foge Será que os meus olhos já te não sabem ver? [envira-gallery id=”2228″]

Read More

Urgência 

Não és um barco no mar.  És o mar ao largo deste sonho dentro de Vénus alinhado de estrelas Mar de amor brilhante, Marte  Ferrete dos deuses e oráculo  Altar apócrifo  Senáculo Não és um […]

Read More

Não me importa a verdade

Não me importa a verdade. Nem me interessa o tempo que passa, nem o tic-tac-tic dos relógios, nem a primeira página, nem todo o passado, nem o futuro. Nem o mais que há-de vir. Porque […]

Read More

Chamas

Olho e cego Calo e ardo Rio e choro Fico, tardo Queimo as mãos Chamas É  tão pouco o que sei

Read More

Tempo

Quero ver-te aqui  A sorrir de frescura  Como o ar da manhã  Quando te encontro Sonho mais alto Respiro melhor E os dias brilham mais  É neste lugar aqui Flores sem nome  Ondeiam ao vento  […]

Read More

Átono

Vai anda  anuncia  Desembrulha as palavras guardadas Descobre as  sílabas  deitadas  Grita  aos acentos  levantem-se ventos  E esvazia  à toa esse vazio de sílabas  tónicas  com que rebentas  no mar 

Read More

Cada Coisa

Cada coisa a seu tempo tem seu tempo. Não florescem no inverno os arvoredos, Nem pela primavera Têm branco frio os campos.   À noite, que entra, não pertence, Lídia, O mesmo ardor que o […]

Read More

Muralhas 

Atrás da voz há um mapa À frente dela atenção A muralha é uma canção feita de luz e saudade No coração de Lisboa o tempo sabe passar Passa no rio de barca apontado ao […]

Read More

Beleza

As mulheres hão-de sempre sê-la porque tudo nelas é magia e o seu ar é mais suave e o olhar que nelas pousa é mais leve e jovem esse olhar.  O tempo é  só complemento, […]

Read More

Olhar

Como uma Águia Pesqueira quando mergulha sem vertigem no mar Como um Nadal em top spin buscando na linha o horizonte da forma Como um Picasso sóbrio desenhando deus como uma criança Como um Giotto […]

Read More

Intervalo

Era uma vez em vez de lábios palavras e em vez de voz paradas cigarras Era o tempo do intermezzo meio seco do brandy light by night Era como fosse onde ninguém morava nem o […]