Fotografia de Jorge Simão®  2017-03-10

José Manuel Diogo é autor, colunista, especialista em media intelligence, gestão de informação e comunicação.

Frequentou Engenharia Mecânica e é Licenciado em Jornalismo ambos pela Universidade de Coimbra. Frequentou o XXXV PADE – Programa de Alta Direcção de Empresas da AESE, do qual é vice presidente. Pós graduado em Gestão de Informações e Segurança pelo Information Management School – Universidade Nova.

Foi presidente da Direção e da Assembleia Geral da Rádio Universidade de Coimbra entre 1991 e 1994 e membro da comissão de instalação do Instituto de Estudos Jornalísticos na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Atualmente é membro do Observatório Político, Diretor do Special Olympics Portugal, Diretor da revista Ticketline Magazine,  CCO – Chief Communication Officer da Trade Connection – Portuguese Turkish Network e Diretor de Comunicação do American Club of Lisbon.

Partner da VF comunicação,  trabalha como consultor em projetos de Media e Intelligence e Comunicação Corporativa nos quais se descem o Folio – Festival Literário Internacional de Óbidos de que é Diretor de Comunicação desde a primeira hora. É membro da associação internacional SCIP (Strategic and Competitive Intelligence Professionals) um dos fundadores do SCIP Portugal, o maior grupo internacional de profissionais de Inteligência Competitiva.

Escreveu  e publicou vários artigos sobre serviços de informações em Portugal e no Brasil destacando-se o editorial na edição impressa do jornal brasileiro O Globo, no dia 16 de Outubro de 2013, com o título “Quando o mais importante é o silêncio” e a participação na conferência internacional “War and Propaganda in the XX Century” a convite da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa no painel Propaganda in the age of digital technology  com a palestra “Spies, Media e Diplomacy: The new challenges for the intellegence agencies”.

Em março de 2014 foi o único autor europeu a participar no XIV Congresso Internacional de Propriedade Intelectual que reuniu especialistas da América Latina, Canadá e Estados Unidos, organizado pela ASPI Associação Paulista de Propriedade Intelectual, em São Paulo no Brasil, onde proferiu a palestra o “Impactos Económicos da Espionagem Internacional” onde foi co-palestrante com Demi Getschko, conselheiro do Comitê Gestor da Internet no Brasil e membro do Conselho de Administração da Telebrás.

Organizou em setembro de 2016 durante o Festival Folio 2016 o ciclo de conferências “Jornalismo, utopia e…” onde participaram alguns dos mais importantes jornalistas portugueses.

O seus livros  “As grandes agências secretas” e “Os discursos que mudaram o mundo“, uma coletânea de discursos sobre media e poder estão publicados em Portugal e no Brasil.

José Manuel Diogo é ainda autor de uma biografia concisa do fundador da Apple, Steve Jobs, com o título “iMe, a Vida de Steve Jobs“, uma edição única com 95.000 exemplares, editada pela editora portuguesa Levoir e distribuída na revista Visão, sendo um dos livros de maior tiragem editados em Portugal no ano de 2012.

A Edição Brasileira do Livro As Grandes Agências Secretas apresentada no congresso Associação Brasileira de Jornalistas de Investigação – Abraji – no Rio de Janeiro e distribuído à escala nacional em importantes livrarias do Brasil como é a Livraria Saraiva na cidade Brasileira de S. Paulo, reúne num só volume a história de oito das mais eficazes agências de espionagem mundial.

Colunista na imprensa, Portuguesa e Brasileira, escreve sobre política , media intelligence, espionagem e sistemas de informação.  Escreve semanalmente no Jornal de Notícias ao domingo e quinzenalmente no Diário de Coimbra; é colaborador da revista Volta ao Mundo, e escreve ocasionalmente no Público e na Visão. É também o autor de poesia e ficção publicada no blogue  A espuma dos dias.