O 007 português

O NOSSO 007 PORTUGUÊS

Quais são verdadeiramente as hipóteses de um homem deprimido, divorciado, pouco discreto e sob suspeita, ser um perigoso espião internacional. Digamos que poucas.

Que género de 007 publica no facebook as fotos das viagens que faz, dos lugares onde vai, os seus gostos e confissões, a sua filiação na maçonaria e fotografias suas e da sua família desde os tempos em que era bebé?  Bem desde esta semana esse personagem tem nome e nacionalidade: Frederico Carvalhão Gil.

O nosso espião deprimido foi apanhado em Roma numa mega operação policial, e mediática, supostamente a vender segredos da NATO a um homem anónimo com cidadania russa a quem a comunicação social, sem qualquer outra confirmação, apelidou de espião russo. Enquanto o cidadão português é verdadeiramente dissecado pelos média nacionais e internacionais do russo nem uma palavra.

Há histórias que não fazem muito sentido. Esta parece ser uma delas.