Read More

Como olhando a luz

Devia ser um sonho quando me chegou. À volta de uma mesa, eu, com apenas 14 anos, almoçava na companhia dos meus  filhos. Todos crianças. Vejo de fora. Observo-os com atenção. Falam entre si do futuro, […]

Read More
Fala cara

Fala Cara!

– Alô. – Tô. – Eu também. – Desculpa, não percebi. – Percebeu o que? Ah, sim, aquilo lá… Foi uma brincadeirinha. É que acho engraçado o jeito como vocês atendem o telefone… se comunicam… […]

Read More

Luz garra

Aí no silêncio onde moras à luz oblíqua de outono sou teu íntimo felino Garra da tua sombra mago devoto na tua luz Improvavel profeta ecrã impossível tocar-te e fuga e som

Se tu viesses ver-me hoje à tardinha, A essa hora dos mágicos cansaços, Quando a noite de manso se avizinha, E me prendesses toda nos teus braços... Quando me lembra: esse sabor que tinha A tua boca... o eco dos teus passos... O teu riso de fonte... os teus abraços... Os teus beijos... a tua mão na minha... Se tu viesses quando, linda e louca, Traça as linhas dulcíssimas dum beijo E é de seda vermelha e canta e ri E é como um cravo ao sol a minha boca... Quando os olhos se me cerram de desejo... E os meus braços se estendem para ti...
Read More

António Houdini Costa

Há um político português que se transforma aos olhos de todos qual mestre do escapismo. De perdedor a primeiro ministro, António Costa mostra nos bastidores argumentos que não conseguiu ter, nem de perto nem de […]

Para ser grande, sê inteiro: Teu exagera ou exclui.

Sê todo em cada coisa. Põe quanto és No mínimo que fazes. Assim em cada lago a lua toda Brilha, porque alta vive
Read More

Falar contigo era melhor

Há coisas que acontecem só para que se cumpram profecias. Hoje na terra dele, Coimbra essa, um grupo de aventadores ponto eu (que bonito escrito assim) juntaram-se para uma homenagem.  – À tua memória parvalhão. […]

Read More

O lado negro da Internet

A internet é como um iceberg. São tão lindos os 10 por cento que estão à vista como complexos e perigosos os outros 90. São feitos da mesma matéria que afundou o Titanic. Apesar disto, […]

Ai que prazer Não cumprir um dever, Ter um livro para ler E não fazer! Ler é maçada, Estudar é nada. Sol doira Sem literatura O rio corre, bem ou mal, Sem edição original. E a brisa, essa, De tão naturalmente matinal, Como o tempo não tem pressa... Livros são papéis pintados com tinta. Estudar é uma coisa em que está indistinta A distinção entre nada e coisa nenhuma. Quanto é melhor, quanto há bruma, Esperar por D.Sebastião, Quer venha ou não! Grande é a poesia, a bondade e as danças... Mas o melhor do mundo são as crianças, Flores, música, o luar, e o sol, que peca Só quando, em vez de criar, seca. Mais que isto É Jesus Cristo, Que não sabia nada de finanças Nem consta que tivesse biblioteca... Fernando Pessoa, in "Cancioneiro"
Read More

Triturar políticos

Dogma: Não há nenhum direito de resposta que lave uma honra perdida. Isto é assim e ponto final. Por mais vezes que prove uma inocência no futuro, as notícias do passado, por mais falsas e […]