Paulo Gonçalves

Agora já terminou. Regressaste a casa. Ainda cheio da fúria e da vontade que te fez correr e arriscar e ajudar. Que te mandou andar na frente e te ordenou parar. 

Foste o herói desse Dakar americano onde o Sahara se chama Atacama mas é também azul e sonho e um poema de Rimbeau nas notas de Zazou. 

Foste vento e areia. Agora  és de novo apenas um herói português. Feito de sonhos e correntes de mar. Parabéns Navegador.