Portugal é o 3º país mais seguro do mundo

Segundo o Global Peace Index, Portugal foi considerado hoje o terceiro país mais seguro do mundo. Em bom rigor o mais seguro se não considerarmos vulcões e carneiros. Portugal sobe duas posições em relação ao ano passado. O nosso país é ainda o quarto a registar uma maior subida neste índice.

O “Índice de Paz Global 2017 “revela que o mundo se  tornou mais pacífico no ano passado mas, no entanto, a última década é de maior insegurança relativamente às anteriores.

O Global Peace Index 2017 foi revelado hoje pode ser visto no site  da organização Norte americana.

Veja aqui o relatório global e aqui os grandes números da segurança mundial em 2017.

 


O GPI de 2017 fornece uma análise abrangente sobre o estado de paz.

Mostra que relativamente à turbulência social e política, o mundo continua a gastar enormes recursos financeiro na guerra e na contenção da violência, mas muito pouco na paz.

O mundo melhorou um pouco relativamente à paz no ano de 2016, mas  tornou-se menos pacífico na última década. Houve um declínio na militarização nas últimas três décadas mas, globalmente, o impacto económico da violência na economia é enorme. Os atuais gastos de construção da paz estão longe de um nível ótimo.
Ainda assim a maioria das nações no GPI tornou-se mais pacífica ao longo do ano passado. 93 países melhoraram, enquanto 68 tiveram um pior resultado.

A longo prazo, no entanto, houve um aumento da “desigualdade na paz”, com a maioria dos países com apenas pequenos aumentos de paz, enquanto um punhado de países teve grandes deteriorações em paz.

A Islândia continua a ser o país mais pacífico do mundo, uma posição que ocupou desde 2008. a quem se juntam no no topo do índice a Nova Zelândia, Portugal, Áustria e Dinamarca, todos bem classificados no GPI de 2016.

Houve também poucas mudanças na parte inferior do índice. A Síria continua a ser o país menos pacífico do mundo, seguido do Afeganistão, do Iraque, do Sudão do Sul e do Iêmen.