Categoria: Ficção

Há um homem que escreve apenas começos. Pequenos textos para grandes romances. Cada história eflui de um ponto conciso, exato em todas as suas geografias narrativas, para se materializar mais à frente; numa novela, numa peça de teatro, numa fotografia, numa dor ou apenas em silêncio.

Read More

UMA BELA ADORMECIDA DISTÓPICA

Utopia Uma fotografia utópica provoca uma reação distópica. Está decidido que Madrid será destino da minha liberdade. Obrigado Ruth por deixares as tuas palavras encontrarem esta fotografia. UMA BELA ADORMECIDA DISTÓPICA por Ruth del Pozo […]

Read More

Esperança

Esperança é uma árvore com vento. Sem acordar penso em nós. Lá fora o sol pinta de verde claro os ramos que as árvores já deitam à primavera. Março está aí – entre crises e […]

Read More

Más ganas de ti que la calle

¿Quién pensaría hace unas semanas que se nos prohibiría no sólo el salir a la calle sino cualquier contacto físico con otro ser humano? Resulta irónico darte cuenta que, sin ninguna duda, que este confinamiento […]

Read More

A mulher que voa

Nunca suspeitei, na primeira vez que te vi, que pudesse existir em ti qualquer coisa que me roubasse ao tempo e me tirasse do sério. Mas a falta de fé é sempre um erro que […]