Frio

Espalhas a luz sobre a tela

como um mestre holandês 

Brincas vento e choras céu

no tempo que sobra ao meu